Saturday, December 1, 2012

Tecnologia: a serviço do homem moderno ou devoradora de tempo?


Inegavelmente, a tecnologia tem nos impactados ao longo dos ultimos anos, aumentando a nossa eficiencia no trabalho, reduzindo o tempo que gastamos em nossas tarefas, auxiliando-os a melhor gerenciar o tempo “economizado” com atividades repetitivas ou de dificil solução. Imagine o tempo gasto para enviar uma mensagem a alguem através do correio, em relação ao e-mail ou IM (Instant Messenger). Porém, devemos nos atentar para o quanto essa tecnologia está tambem tomando do nosso tempo, evitando cair nas armadilhas da falta de tempo.

Como era sem tecnologia

            No inicio dos anos 80, o mundo experimentava uma busca por maior competitividade e a tecnologia buscava um espaço nas nossas vidas, como em escritórios, oficinas, ateliers, escolas supermercados etc., com a maxima de que haveria uma redução significativa de tempo na execução das tarefas e atividades, aumentando significativamente o tempo que sobraria para nós, seres humanos, melhorando o balanceamento da vida moderna, entre trabalho e laser. Maquinas de Escrever passavam, lentamente, a serem substituidas por computadores ou terminais de computação, que auxiliavam na redação e guarda de dados. O montante de impressão ainda não era significativo, apesar do volume enorme impresso que ainda era gerado por conta da pouca disponibilidade desses equiptos no atendimento a grande massa de trabalhadores, e essa a seus respectivos clientes, internos ou externos. A cultura em termos de informatica na epoca tambem não estava disponivel nas condições atuais, bem como a complexidade que demandava um conhecimento mais do que o intuitivo, hoje disponível nos aparelhos tecnologicos a disposição, o que mantinha a sociedade proxima a relatorios impressos na confecção de tarefas e na tomada de decisões.  

            Noticias de reduções de jornadas de trabalho, de oito para seis horas, e até de seis para quatro horas diárias em paises desenvolvidos como Alemanha e Estados Unidos,  chegavam, pelos meios de comunicação da epoca, aos tradicionais locais de trabalho no restante do mundo, assombrando a classe trabalhadora, avida por mais tempo para desfrutar a vida, fugindo do estigma de trabalhar dezenas de anos e, uma vez aposentado, não ter podido usufruir a vida nos anos de melhor vigor, como se via nas gerações passadas.

            Imaginemos o volume de papeis que eram utilizados e manipulados nos escritorios de finanças e contabilidade e advocacia e, principalmente, o volume de pessoas, o espaço físico e tempo gastos para manter cada folha no lugar certo e de forma a encontra-la quando necessario nos diversos arquivos. Bancos geravam maços gigantescos de papel eram gerados ao longo de jornadas noturnas de trabalho de um grande contingente de pessoas durante as madrugadas e veiculados entre as centrais bancarias e as agencias, muitas vezes envolvendo uma complexa malha logistica, para que o correntista obtivesse a informação de saldo, pagamentos e outros serviços. Filas interminaveis e de longa duração se formavam a frente das agencias bancarias, dia-após-dia, enquanto funcionarios corriam entre os diversos gabinetes, sacando listagens e mais listagens, comparando valores e atualizando-os manualmente para que fossem digitados na noite seguinte e novamente o ciclo se repetia.

A Tecnologia hoje em nossas vidas

            Os ultimos anos tem nos trazido todos os beneficios que a tecnologia pode nos proporcionar, nos diversos campos da vida moderna. Medicina, Engenharia, Arquitetura, Educação etc., tem experimentado avanços em termos de tempo nunca vistos pela humanidade. Hoje temos o “mundo” a nossas mãos com o advento dos tablets, touch screens, smartphones, laptops, que nos proveem informações em formato de paginas interativas dos mais diferentes bancos de dados da humanidade, dos quatro cantos do mundo. O tempo gasto em uma pesquisa, em resolver um calculo, em gerar e guardar um determinado documento, bemo como obte-lo se reduziu a frações de segundos em determinados casos. Contatos podem ser estabelecidos em tempo real, colaboração é um verbo que faz cada vez mais parte do nosso vocabulario corporativo.

Hoje contamos com informações em tempo real, transações que são processadas em frações de segundos, possibilitando aos usuarios de bancos, financeiras, brokers, resolver todo e qualquer assunto de forma online, seja um investimento, seja o pagto de uma fatura, seja a transferencia de valor para o outro lado do mundo. De posse de um telefone com acesso a internet, um usuario em pleno transito para o seu trabalho, pode acessar sua conta-corrente, efetuar uma transação, comprar um pacote de viagem para o final de semana seguinte, marcar hora em um salão de cabeleireiro, convidar um cliente para um almoço de negocios dalí a poucas horas, ler as manchetes dos principais jornais do mundo, e muitas outras atividades. O caminho de ida ao trabalho deixa de ser preenchido apenas pelas informações visuais das ruas e estradas, complementadas pelo radio, mas passa a contar com uma riquesa enorme de possibilidades. O tempo entre a casa e o trabalho passa então a ficar curto, absorvido por novas atividades que não o deslocamento pura e simplesmente.

            A tecnologia nos auxilia, inclusive, na administração da nossa vida fora do trabalho. Eletrodomesticos inteligentes nos avisam a hora de acordar, de abastecer a geladeira, TVs que interagem com os nossos smatphones, GPS que nos auxiliam no transporte, nos indicando o melhor caminho, evitando trafego,  e outros “gadgets” tem tornado a nossa vida muito mais facil e provendo-nos muito mais tempo para a desfrutarmos. Estamos hoje mais acessiveis, mais disponiveis por meio de tais comunicações, facilitando a conexão com pessoas e empresas. Essas por sua vez, buscam vantagem comercial por contar com tal facilidade de contatos. Podemos ser identificados em um lugar proximo a um ponto de venda e receber mensagem para visita-lo, ou ter uma oferta estampada em um canto da tela na qual estamos lendo um livro, ou ainda participar de uma teleconferencia com uma unidade do outro lado do mundo a respeito de um novo produto ou serviço a ser desenvolvido e lançado pela matriz. Chegamos ao ponto de comungarmos nossos votos religosos via internet, buscando conforto e alento por conta da nossa vida complexa e corrida.    

A Tecnologia e seus efeitos

            Então por que temos hoje a sensação de que o tempo está correndo mais depressa, apesar dessas facilidades que a tecnologia nos trouxe? Ocorre que, a tecnologia tem trazido uma gama tão grande de opções que acabam por absorver o nosso “ganho” de tempo, uma vez que nos abre espaço na agenda para mais atividades. As dificuldades de concentração, o stress e outros sintomas tem sido amplamente relatados nos consultorios medicos pois, a partir dessa variedade de informações e acessibilidade, passamos a interagir com mais pessoas e organizações, buscamos mais e mais informações por conta dos estimulos disponíveis em cada site que nos é apresentado e, por consequencia, a atenção media do trabalhador tem sido reduzida nos ultimos anos de sete para apenas tres minutos, que nos estimula ainda mais “largar” uma atividade e “partir” para outra em um circulo infinito de busca e descarte, gerando frustação e imcapacidade na tomada de decisões.

            As midias sociais são um bom exemplo. Temos hoje centenas e muitas vezes, milhares de conexões com pessoas, grupos, corporações, com os quais compartilhamos nossos pensamentos, ideais, conhecimento, mas tambem, nosso tempo. Casos de pessoas cada vez mais dependentes, viciadas em conexão, tem sido identificados no mundo da Saude.  Pessoas que recorrem aos Telefones, Smartphones, PCs e Tablets a cada minuto, muitas vezes 24 horas ao dia, 7 dias por semana, são cada vez mais identificadas no nosso meio. Procuramos estar atualizados quanto a ultima noticia publicada, a ultima moda, o ultimo comentario de um conhecido, ou as vezes, desconhecido. Tendemos a um certo desespero quando nos faltam ou quando ficamos longe dessas “janelas” do mundo, telas nas quais o universo se materialisa. O cerebro humano foi dotado de filtros para barrar aquilo que não consideramos importante, porém estamos cada vez mais ignorando tais filtros e tentando absorver mais e mais, materializando novos males para a vida moderna.

Diversas empresas tem obtido grande sucesso em gerenciar o tempo através de agendamentos , calendarios e programas de agendamento, como o Outlook da Microsoft, ou Lotus Notes da IBM. Um dispositivo pessoal como um Smartphone pode ser sincronizado a esses agendadores, axiliando-nos na condução das atividades do nosso dia, evitando o desperdicio de tempo em configuração e nos mostrando as proximas atividades onde quer que estejamos. Outras nos mostram caminhos para sermos mais produtivos, através do uso de tecnicas para gerenciarmos o nosso tempo, como proposta para reduzir tempos em reuniões e torna-las mais produtivas, delegação de tarefas, equipes mais eficazes, organização de agendas etc., que nos parece, em um primeiro momento, a solução obvia e simples para nosso problemas de falta de tempo. Livros de auto-ajuda, palestrantes e representantes da Medicina e Saude revesam-se na missão de nos mostrar qual a saída para essa pressão do tempo em nossa vida moderna, com tantas facilidades, mas que cada vez mais nos tolhe do que mais buscamos com ela: Tempo para vivermos mais e melhor, para nos dedicarmos a nós mesmos, para vermos o mundo de forma mais simples e claro, para vermos, literalmente, o tempo passar.    

            Certamente, a tecnologia chegou para ficar, nos aderimos a ela de forma irreversível e as novas gerações tem-nas inserida em suas vidas cada vez mais. Caberá a humanidade definir a velocidade com a qual faremos a unificação homen-maquina, inevitavel no futuro.   

Tempo não muda

            Seja hoje ou no passado, o tempo permanece “correndo” com a mesma intensidade, cabe a nós o preenchermos da melhor forma possivel, aquela que melhor nos traduz.  

Tecnologia: a serviço do homem moderno ou devoradora de tempo?


Inegavelmente, a tecnologia tem nos impactados ao longo dos ultimos anos, aumentando a nossa eficiencia no trabalho, reduzindo o tempo que gastamos em nossas tarefas, auxiliando-os a melhor gerenciar o tempo “economizado” com atividades repetitivas ou de dificil solução. Imagine o tempo gasto para enviar uma mensagem a alguem através do correio, em relação ao e-mail ou IM (Instant Messenger). Porém, devemos nos atentar para o quanto essa tecnologia está tambem tomando do nosso tempo, evitando cair nas armadilhas da falta de tempo.

Como era sem tecnologia

            No inicio dos anos 80, o mundo experimentava uma busca por maior competitividade e a tecnologia buscava um espaço nas nossas vidas, como em escritórios, oficinas, ateliers, escolas supermercados etc., com a maxima de que haveria uma redução significativa de tempo na execução das tarefas e atividades, aumentando significativamente o tempo que sobraria para nós, seres humanos, melhorando o balanceamento da vida moderna, entre trabalho e laser. Maquinas de Escrever passavam, lentamente, a serem substituidas por computadores ou terminais de computação, que auxiliavam na redação e guarda de dados. O montante de impressão ainda não era significativo, apesar do volume enorme impresso que ainda era gerado por conta da pouca disponibilidade desses equiptos no atendimento a grande massa de trabalhadores, e essa a seus respectivos clientes, internos ou externos. A cultura em termos de informatica na epoca tambem não estava disponivel nas condições atuais, bem como a complexidade que demandava um conhecimento mais do que o intuitivo, hoje disponível nos aparelhos tecnologicos a disposição, o que mantinha a sociedade proxima a relatorios impressos na confecção de tarefas e na tomada de decisões.  

            Noticias de reduções de jornadas de trabalho, de oito para seis horas, e até de seis para quatro horas diárias em paises desenvolvidos como Alemanha e Estados Unidos,  chegavam, pelos meios de comunicação da epoca, aos tradicionais locais de trabalho no restante do mundo, assombrando a classe trabalhadora, avida por mais tempo para desfrutar a vida, fugindo do estigma de trabalhar dezenas de anos e, uma vez aposentado, não ter podido usufruir a vida nos anos de melhor vigor, como se via nas gerações passadas.

            Imaginemos o volume de papeis que eram utilizados e manipulados nos escritorios de finanças e contabilidade e advocacia e, principalmente, o volume de pessoas, o espaço físico e tempo gastos para manter cada folha no lugar certo e de forma a encontra-la quando necessario nos diversos arquivos. Bancos geravam maços gigantescos de papel eram gerados ao longo de jornadas noturnas de trabalho de um grande contingente de pessoas durante as madrugadas e veiculados entre as centrais bancarias e as agencias, muitas vezes envolvendo uma complexa malha logistica, para que o correntista obtivesse a informação de saldo, pagamentos e outros serviços. Filas interminaveis e de longa duração se formavam a frente das agencias bancarias, dia-após-dia, enquanto funcionarios corriam entre os diversos gabinetes, sacando listagens e mais listagens, comparando valores e atualizando-os manualmente para que fossem digitados na noite seguinte e novamente o ciclo se repetia.

A Tecnologia hoje em nossas vidas

            Os ultimos anos tem nos trazido todos os beneficios que a tecnologia pode nos proporcionar, nos diversos campos da vida moderna. Medicina, Engenharia, Arquitetura, Educação etc., tem experimentado avanços em termos de tempo nunca vistos pela humanidade. Hoje temos o “mundo” a nossas mãos com o advento dos tablets, touch screens, smartphones, laptops, que nos proveem informações em formato de paginas interativas dos mais diferentes bancos de dados da humanidade, dos quatro cantos do mundo. O tempo gasto em uma pesquisa, em resolver um calculo, em gerar e guardar um determinado documento, bemo como obte-lo se reduziu a frações de segundos em determinados casos. Contatos podem ser estabelecidos em tempo real, colaboração é um verbo que faz cada vez mais parte do nosso vocabulario corporativo.

Hoje contamos com informações em tempo real, transações que são processadas em frações de segundos, possibilitando aos usuarios de bancos, financeiras, brokers, resolver todo e qualquer assunto de forma online, seja um investimento, seja o pagto de uma fatura, seja a transferencia de valor para o outro lado do mundo. De posse de um telefone com acesso a internet, um usuario em pleno transito para o seu trabalho, pode acessar sua conta-corrente, efetuar uma transação, comprar um pacote de viagem para o final de semana seguinte, marcar hora em um salão de cabeleireiro, convidar um cliente para um almoço de negocios dalí a poucas horas, ler as manchetes dos principais jornais do mundo, e muitas outras atividades. O caminho de ida ao trabalho deixa de ser preenchido apenas pelas informações visuais das ruas e estradas, complementadas pelo radio, mas passa a contar com uma riquesa enorme de possibilidades. O tempo entre a casa e o trabalho passa então a ficar curto, absorvido por novas atividades que não o deslocamento pura e simplesmente.

            A tecnologia nos auxilia, inclusive, na administração da nossa vida fora do trabalho. Eletrodomesticos inteligentes nos avisam a hora de acordar, de abastecer a geladeira, TVs que interagem com os nossos smatphones, GPS que nos auxiliam no transporte, nos indicando o melhor caminho, evitando trafego,  e outros “gadgets” tem tornado a nossa vida muito mais facil e provendo-nos muito mais tempo para a desfrutarmos. Estamos hoje mais acessiveis, mais disponiveis por meio de tais comunicações, facilitando a conexão com pessoas e empresas. Essas por sua vez, buscam vantagem comercial por contar com tal facilidade de contatos. Podemos ser identificados em um lugar proximo a um ponto de venda e receber mensagem para visita-lo, ou ter uma oferta estampada em um canto da tela na qual estamos lendo um livro, ou ainda participar de uma teleconferencia com uma unidade do outro lado do mundo a respeito de um novo produto ou serviço a ser desenvolvido e lançado pela matriz. Chegamos ao ponto de comungarmos nossos votos religosos via internet, buscando conforto e alento por conta da nossa vida complexa e corrida.    

A Tecnologia e seus efeitos

            Então por que temos hoje a sensação de que o tempo está correndo mais depressa, apesar dessas facilidades que a tecnologia nos trouxe? Ocorre que, a tecnologia tem trazido uma gama tão grande de opções que acabam por absorver o nosso “ganho” de tempo, uma vez que nos abre espaço na agenda para mais atividades. As dificuldades de concentração, o stress e outros sintomas tem sido amplamente relatados nos consultorios medicos pois, a partir dessa variedade de informações e acessibilidade, passamos a interagir com mais pessoas e organizações, buscamos mais e mais informações por conta dos estimulos disponíveis em cada site que nos é apresentado e, por consequencia, a atenção media do trabalhador tem sido reduzida nos ultimos anos de sete para apenas tres minutos, que nos estimula ainda mais “largar” uma atividade e “partir” para outra em um circulo infinito de busca e descarte, gerando frustação e imcapacidade na tomada de decisões.

            As midias sociais são um bom exemplo. Temos hoje centenas e muitas vezes, milhares de conexões com pessoas, grupos, corporações, com os quais compartilhamos nossos pensamentos, ideais, conhecimento, mas tambem, nosso tempo. Casos de pessoas cada vez mais dependentes, viciadas em conexão, tem sido identificados no mundo da Saude.  Pessoas que recorrem aos Telefones, Smartphones, PCs e Tablets a cada minuto, muitas vezes 24 horas ao dia, 7 dias por semana, são cada vez mais identificadas no nosso meio. Procuramos estar atualizados quanto a ultima noticia publicada, a ultima moda, o ultimo comentario de um conhecido, ou as vezes, desconhecido. Tendemos a um certo desespero quando nos faltam ou quando ficamos longe dessas “janelas” do mundo, telas nas quais o universo se materialisa. O cerebro humano foi dotado de filtros para barrar aquilo que não consideramos importante, porém estamos cada vez mais ignorando tais filtros e tentando absorver mais e mais, materializando novos males para a vida moderna.

Diversas empresas tem obtido grande sucesso em gerenciar o tempo através de agendamentos , calendarios e programas de agendamento, como o Outlook da Microsoft, ou Lotus Notes da IBM. Um dispositivo pessoal como um Smartphone pode ser sincronizado a esses agendadores, axiliando-nos na condução das atividades do nosso dia, evitando o desperdicio de tempo em configuração e nos mostrando as proximas atividades onde quer que estejamos. Outras nos mostram caminhos para sermos mais produtivos, através do uso de tecnicas para gerenciarmos o nosso tempo, como proposta para reduzir tempos em reuniões e torna-las mais produtivas, delegação de tarefas, equipes mais eficazes, organização de agendas etc., que nos parece, em um primeiro momento, a solução obvia e simples para nosso problemas de falta de tempo. Livros de auto-ajuda, palestrantes e representantes da Medicina e Saude revesam-se na missão de nos mostrar qual a saída para essa pressão do tempo em nossa vida moderna, com tantas facilidades, mas que cada vez mais nos tolhe do que mais buscamos com ela: Tempo para vivermos mais e melhor, para nos dedicarmos a nós mesmos, para vermos o mundo de forma mais simples e claro, para vermos, literalmente, o tempo passar.    

            Certamente, a tecnologia chegou para ficar, nos aderimos a ela de forma irreversível e as novas gerações tem-nas inserida em suas vidas cada vez mais. Caberá a humanidade definir a velocidade com a qual faremos a unificação homen-maquina, inevitavel no futuro.   

Tempo não muda

            Seja hoje ou no passado, o tempo permanece “correndo” com a mesma intensidade, cabe a nós o preenchermos da melhor forma possivel, aquela que melhor nos traduz.  

Friday, November 23, 2012

Conheça-me e entenderas como sou..


Nilso, 
Você tem uma curiosidade natural para entender como as coisas funcionam; é bom em fazer análises lógicas, e gosta de fazer uso delas em questões práticas. Praticamente, você tem uma forte capacidade de raciocínio, embora não se interesse por teorias ou por conceitos abstratos a não ser que você enxergue uma aplicação prática para eles. Você gosta de desmontar as coisas para ver como elas funcionam.
Acima de tudo, você tem um espírito aventureiro. É atraído por motocicletas, aviões, pára-quedismo, surfe, etc. Você fica extasiado com ação, e praticamente não tem medo de nada. Você é extremamente independente, e precisando do seu próprio espaço para decidir seus próximos passos. Você não segue nem acredita em regras e em regulamentos, pois isso te proibiria de “fazer as suas coisas”. Seu constante desejo por aventura e ação te deixa numa tendência a ficar entediado com muita rapidez.
Você é leal às suas causas e crenças, e acredita firmemente que as pessoas deveriam ser tratadas com igualdade e justiça. Embora você não respeite as regras do “Sistema”, você segue seu próprio código de conduta à risca, e não tomará parte em algo que venha a violar essas suas regras pessoais. Você é extremamente leal e fiel às pessoas por quem você preza.
Você precisa e gosta de passar tempo sozinho, pois são nesses momentos que você consegue organizar seus pensamentos com mais clareza. Você absorve altíssimas quantidades de fatos impessoais vindos do seu mundo externo, e, quando sozinho, os organiza formando opiniões.

Você é uma pessoa voltada à ação e que gosta de estar sempre ativo, fazendo coisas pra cima e pra baixo. Por isso, você não é mesmo do tipo de pessoa que fica sentado atrás de uma mesa o dia todo, fazendo planejamentos de longo prazo. Adaptável e espontâneo, você prefere lidar com o que está exatamente na sua frente. Pessoas como você geralmente têm uma capacidade muito forte de lidar com técnica, e podendo assim se tornar ótimos técnicos, pois você tem uma ótima atenção para detalhes e para coisas práticas. Seu excelente senso de urgência e apego a detalhes o permite tomar ótimas decisões com rapidez e eficácia.
Você evita julgar as pessoas baseando-se em valores pessoais, pois sente que a formação de opiniões e de decisões deve ser feita de uma maneira imparcial, isto é, baseando-se em fatos, e não em crenças ou em outros aspectos subjetivos. Não é de sua natureza estar ciente de como você afeta os outros; você também não presta atenção e até desconfia dos seus próprios sentimentos e tenta ignorá-los, pois tem dificuldade em distinguir suas reações emocionais de suas opiniões. Essa pode ser uma área problemática para você.

Quando você se encontra em situações estressantes demais você pode acabar tendo ataques emocionais de raiva, ou num outro extremo, ficar totalmente tomado de emoções e de sentimentos que você se sente obrigado em compartilhar com as pessoas (e que geralmente acabam não soando muito bem). Se você não se sentir bem, você pode começar a se aventurar no mundo de opiniões baseadas em valores – uma área nada natural para pessoas como você – e vai ficar se julgando e se remoendo pela sua incapacidade de cumprir alguma tarefa. Dessa maneira, você abordará essa tarefa com um estado emocional abalado, esperando que o pior aconteça.
Você é excelente em situações de crise. Pessoas como você geralmente são ótimos atletas, pois têm uma coordenação muito boa entre os olhos e o resto do corpo. São também muito responsáveis em acompanhar o andamento dos seus projetos e em acertar detalhes que estejam faltando ser acertados. Normalmente você não tem muitos problemas com a escola, já que você é uma pessoa introvertida e que pensa com a lógica. Você é quase sempre uma pessoa paciente, embora tenha uma tendência a ter seus momentos de explosão emocional, devido à sua falta de atenção com seus próprios sentimentos.
Você tem várias habilidades naturais que o tornam uma pessoa ótima para lidar com diversos tipos de coisas. No entanto, você se encontrará mais feliz quando estiver focado em tarefas voltadas à ação e que necessitam de uma análise lógica delicada e de uma alta habilidade técnica. Você se orgulha da sua habilidade de tomar os passos certos nos momentos certos.
Você é otimista, cheio de animação, leal aos seus semelhantes, de desejos simples, generoso, confiável, receptivo, e não quer tomar parte de maneira alguma em compromissos que possam te confinar, ou te “deixar preso”.

Monday, July 23, 2012


Renault seleciona HP para seus serviços de nuvem privada na França


Redação - www.ultimoinstante.com.br)


Notícia publicada às: 20/07/2012 11:45 

20 de julho de 2012 – A HP anuncia que a fabricante de automóveis francesa, a Renault, selecionou a solução HP Utility Services para dar suporte ao desenvolvimento de novos serviços inovadores de telemática para os seus carros elétricos.

Por meio de sua parceria com a Nissan, a Renault é o quarta maior empresa automobilística do mundo e líder no conceito de “emissão zero” de gases. Juntas, a Renault e a Nissan fizeram um investimento maciço no desenvolvimento de carros elétricos, baterias de íons de lítio e serviços de telemática avançados.

A telemática de veículos eletrônicos ajuda os motoristas a verificarem a bateria do carro, o nível de carga e o local da estação de carga mais próxima, além de fornecer atualizações de tráfego em tempo real e aplicativos com base na computação em nuvem como seguro por distância percorrida.

A Renault escolheu o “HP Enterprise Cloud Services – Serviços” de utilitários para hospedar a sua infraestrutura de TI europeia e gerenciar os seus aplicativos técnicos, entregando a capacidade computacional correta e dando à empresa maior flexibilidade para atender às necessidades de negócio com um custo mínimo.

A Infraestrutura Convergente da HP é hospedada em um datacenter altamente seguro de “camada 3” da empresa em Grenoble, na França, e dá à Renault acesso rápido às mais recentes tecnologias em servidores, armazenamento, redes, energia e refrigeração da HP.



Essa solução é muito econômica para o cliente e oferece processos altamente automatizados que encurtam o tempo, o custo e a complexidade para a implantação de novos aplicativos críticos. Atualizações de tecnologia integradas e aprovisionamento de capacidade flexível garantem que a infraestrutura de TI da Renault seja poderosa e flexível o suficiente para acomodar futuras demandas.



Ao mesmo tempo em que o modelo financeiro de pagamento evolui, ele reduz o investimento de capital (CAPEX) da Renault e garante a previsibilidade dos custos contínuos dos serviços. O modelo flexível permite ajustes frequentes para dar suporte ao crescimento projetado pela montadora e fica alinhado com os acordos de nível de serviço e altos níveis de segurança esperados pela Renault.



“A combinação da tecnologia com os serviços de computação em nuvem da HP nos ajuda a criar soluções inovadoras, integradas e completas que os clientes como a Renault precisam para atingir os objetivos de mercado, custo e ambiente", diz Gerald Karsenti, presidente da HP França.







Thursday, July 19, 2012

Tablets e o Mercado de TI (para refletir)

“O mercado mundial de tecnologia da informação movimenta, anualmente, cerca de US$ 3 trilhões. desse total, US$ 2,75 trilhões são gastos por empresas, governos e instituições, portanto o mercado de consumo representa “somente” US$ 250 bilhões.” diz Michael Dell, um dos maiores fabricantes mundiais de PCs. A Apple alardeia records de vendas de tablets no mundo e a industria de PCs, Dell, HP, Lenovo etc.. se recente da redução nas vendas, mas será que o foco na venda de tablets ao publico varejista realmente deveria ser o caminho a ser seguido? Acredito que a estratégia deveria ser a de focar em soluções e servços, que agregam uma melhor margem de lucro, aliados a melhoria do relacionamento junto aos clientes, base para novos negocios,  e considerar o tablet como uma ferramenta corporativa, um acessorio no acesso a tais serviços. Pode-se até montar estrategia sobre tablets corporativos, mas como um "adicional" que traz lucro associado a uma estratégia maior. Portanto vamos deixar de lado a "neura" de que Apple, Amazon etc.. estão dominando o mercado de TI e vamos pensar em ganhar e manter negocios.  

Thursday, October 27, 2011

As 7 Caracterísiticas que o Gerentes Consideram mais que Desejáveis

Por "Pablo Aversa"

As 7 Caracterísiticas que o Gerentes Consideram Desejáveis

1- Faz o que é necessário para realizar o trabalho. Esta está em primeiro lugar na lista de coisas que todo gerente mais valoriza num funcionário. Ela foi uma das primeiras lições que aprendi logo cedo e que fez uma grande diferença na minha carreira.
2 - Cumpre seus compromissos. Quando você diz que vai fazer algo até uma certa data, você dá um jeito. Quando você diz que isso vai custar x, seu chefe pode alocar esse montante no orçamento. Você assume responsabilidade de modo que seu chefe não tem que cobrir lacunas. Só pelo fato de saber que você estará presente, isso já reduz consideravelmente o estress do seu chefe.
3 -É corajoso. Você percebe que o mundo corporativo é uma esporte de combate e que no ringue vai receber alguns golpes. Pode ainda sofrer algumas penalidades no trajeto. Mas a competição não te apavora. O confronto não te assusta. Você não se intimida com a exposição. Ao contrário, ela te energiza.
4- Desafia o status quo. Você é genuino, direto, confiante e se sente confortável sendo você mesmo. Diz as coisas como elas são e o que pensa sobre o assunto. Não doura a pílula e não costuma por panos quentes. Quando não sabe, diz que não sabe. Não se assusta com a autoridade, portanto não trata o seu chefe ou o CEO como se fossem personagens do além.
5- É um solucionador de problemas inovador. Olha as coisas a partir de um ângulo diferente e vira os problemas de cabeça para baixo em busca de soluções únicas. Quanto mais difícil o problema, maior é o desafio e mais você se empenha para encontrar a resposta. Sua vida é solucionar problemas.
6 - Seu foco é afiado. Não perde a concentração ao primeiro sinal de confusão ou de complexidade. Muito pelo contrário, é calmo e firme. Você se concentra quando todos os demais correm feito baratas tontas. Você é uma ilha serena num oceano caótico.
7 - Seu custo de manutenção é baixo. Você não choraminga nem reclama. Não precisa que segurem sua mão por qualquer coisinha. Não absorve as coisas de modo pessoal. Tem uma ”carapaça” razoavelmente resistente. As pessoas não tem que andar sobre ovos ao seu redor e estarem constantemente preocupadas se o ofenderam de alguma forma.

Tudo ao alcance de um Click ou um dedo?

Com o advento dos tablets, touch screen Mobiles, Desktops e Laptops, não mais ouvimos o "Click", barulhinho característico dos primeiros "Mouse" que a industria de TI nos apresentou. Hoje o manuseio é feito com a ponta dos dedos, de modo suave e com movimentos distintos, como por exemplo, quando queremos expandir um determinado texto ou imagem, através de um movto de "abrir" entre os dedos indicador e polegar, ao afastarmos um dedo do outro. Algo impensavel anos atrás e que ja são realidade. Espero apenas que a evolução da tecnologia continue a ser mais rapida que a evolução humana. Tecnologicamente, seremos capazes, no futuro, de acionar e direcionar equiptos com o poder do pensamento, segundo sites cientificos especializados alardeiam através da nossa internet. Do mesmo modo, antecipam alguns cientistas que a evolução fisica dos humanos esta mais rápida, ou seja, estamos reduzindo o volume de pelos, dentes e mesmo dedos (algumas pessoas ainda carregam o gene de 6 dedos nas mãos e/ou pés, inclusive, esse gene é dominante, lembrando das aulas de biologia). Imagine um mundo de seres humanos com tablets e sem dedos..